Biografia

Dilsinho está conquistando o país com as suas canções, muitas autorais, com seu carisma e performance no palco. Pra confirmar isso, podemos dizer que 2019 foi o ano dele! O cantor está no topo das paradas com seus sucessos, fez sua primeira turnê internacional, foi o primeiro artista brasileiro a gravar um projeto acústico na Vevo NY, está prestes a gravar o seu segundo DVD e, recentemente, ganhou o troféu de ‘Cantor do Ano’, no Prêmio Multishow.

Foi como compositor que Dilsinho começou a ganhar espaço no mundo do samba e do pagode, escrevendo para nomes como Thiaguinho, Bom Gosto e Alexandre Pires. “Nessa época fiz grandes amigos e comecei a ter mais espaço no meio como compositor, mas o meu sonho sempre foi cantar, queria ouvir minha voz na rádio. Foi aí que decidi agarrar todas as oportunidades que apareciam”, comenta Dilsinho.

Hoje, com uma média de 20 show por mês, Dilsinho está conquistando cada vez mais fãs e prestígio no mercado musical.

MÚSICAS DE DESTAQUE:

Pouco a Pouco

A faixa Pouco a Pouco é a atual canção de trabalho do cantor carioca e, no DVD, contou com a participação do grupo Sorriso Maroto. A faixa tem mais de 56 milhões de visualizações e conta a história de uma pessoa que tenta se desligar do antigo relacionamento, mas não é uma tarefa fácil, por isso vai pouco a pouco tentando.

Péssimo Negócio

Dilsinho lançou o primeiro single do “Terra do Nunca”- primeiro DVD do cantor Dilsinho – “Péssimo Negócio” que vem acompanhado de vídeo ao vivo extraído da gravação do novo projeto. A música ganhou o título de mais executa nas rádios do Brasil do gênero Samba/Pagode desde o dia do lançamento (fonte: Billboard) e single de Diamante Triplo.

O vídeo passou de um milhão de visualizações em apenas três dias e hoje soma mais de 250 milhões de visualizações.

“Péssimo Negócio” é um sucesso nas plataformas digitais, no Spotify está entre as 50 no Top 100 Brasil e está entre as 15 mais tocadas da Deezer. Composta por Bruno Caliman e produzida pelo vocalista do grupo Sorriso Maroto, Bruno Cardoso, ao lado de Lelê (US3), a faixa foi a escolhida para apresentar o mais recente trabalho do cantor carioca.

Dilsinho conta que, desde que escutou a música pela primeira vez, sabia que entraria para o novo projeto: “assim que ouvi ´Péssimo Negócio´, já sabia que seria um single. Não sabia se seria o primeiro, mas sabia que seria uma música de trabalho do disco. E ela foi crescendo cada vez mais, a galera falando nas redes sociais. Assim que a gente gravou o projeto, a energia no dia foi muito incrível. A galera cantando do início ao fim. Então, foi uma ordem natural das coisas. O público escolheu essa música para ser a primeira do DVD”.

O cantor, então, deu o toque pessoal à canção, que, originalmente, tinha um arranjo diferente: “essa música tinha um lado mais pop rock, que eu queria mostrar, e, ao mesmo tempo, consegui colocar os elementos do pagode e do samba nela”, revela.

Controle Remoto

Vindo de uma série de conquistas entre lançar seu primeiro DVD “Terra do Nunca”, ter a música “Péssimo Negócio” como a mais executada nas rádios no gênero Samba/Pagode e single de Diamante triplo, tocar pela primeira vez no palco do Credicard Hall, em São Paulo, e ainda cumprir uma agenda lotada de carnaval, passando por 4 estados nas festividades, Dilsinho lançou em 13 de março de 2019, a faixa “Controle Remoto”.

Para Dilsinho “‘Controle Remoto’ é, sem sombra de dúvidas, uma das músicas românticas mais bonitas da minha carreira. “Eu a gravei pela primeira vez há 1 ano e meio atrás, e tinha a ideia de lança-la como single mas, com nosso cronograma de 2018, isso acabou não acontecendo. Decidi então regrava-la no meu DVD “Terra do Nunca” e agora será a vez de trabalhar essa música”.

Segundo Dilsinho “Toda vez que eu canto a ‘Controle Remoto’ no show fico arrepiado, vejo o público chorando, se identificando com a música. Ela tem uma sensibilidade diferente de todas as faixas que já lancei até hoje. Consigo ver grandes cantores românticos nela como Fabio Junior e Roberto Carlos, muita inspiração da MPB também, que foi onde comecei. É realmente uma das músicas mais bonitas que eu já gravei e eu estou muito feliz de poder trabalhar ela nas rádios e como single e, mais ainda, de ter o público se identificando com ela. Espero que ‘Controle Remoto’ toque seu coração, como tocou o meu”.

Composta por Pedro Felipe, Rapha Oliveira e Rodrigo Príncipe, a faixa tem mais de 48 milhões de visualizações.

Ioiô

Destaque também para o single “Ioiô” que conta com participação de Ivete Sangalo. A canção está disponível nas plataformas digitais de áudio.

“Só de ter a energia da Ivete com a gente, compartilhando não só música, mas experiência de vida, tenho certeza que vai ser um momento marcante na minha vida, na minha carreira. Tenho certeza que para ela também está sendo muito especial poder cantar e gravar essa música em casa. Estamos muito felizes com tudo que está acontecendo”, descreve Dilsinho.

Além da música, o cantor tem paixão por artes em geral, e é esse sentimento que o inspira a cada novo clipe. Todos são gravados em formato de longa metragem e somam milhões de visualizações. “Ioiô” chega com clipe gravado na Bahia natal de Ivete. Contando a história de um amor que passa por idas e vindas, a romântica “Iôiô” é a primeira colaboração dos dois artistas.

Com direção de Bruno Fioravanti, a produção traz Dilsinho e Ivete interpretando um casal, em cenas românticas, carregadas de carinho. O Farol da Barra, na cidade de Salvador, serve como cenário para o romance. O vídeo passa de 23 milhões de visualizações.

12 Horas

Vale ressaltar também para a canção “12 Horas”. O single está entre as músicas mais tocadas do país e o clipe da faixa já passa de 100 milhões de visualizações. A canção ganhou uma versão acústica com participação da cantora Marília Mendonça.

Refém

Para fechar 2016, Dilsinho lança o single “Refém”. A música rendeu disco de ouro. “Refém” já foi executada mais de 80 milhões de vezes somente no Spotify e o clipe tem mais de 93 milhões de visualizações no YouTube.

O Cara Certo

Atendendo a pedidos, Dilsinho lançou o segundo disco somente de inéditas e com muitas composições. “O Cara Certo”, contou com as participações especiais de Turma do Pagode, Sorriso Maroto e Mika, do grupo Melanina Carioca. Dialogando com o pop, destaque para o sucesso “Trovão”.

“Acho que consegui mostrar ainda mais as minhas influências e extrair a sonoridade final que planejávamos. Agora eu sei o que o meu público quer ouvir de mim. Tenho certeza que as pessoas que escutarem o disco vão se identificar, se emocionar. Tem tudo para ser um divisor de águas na minha carreira”, aposta o cantor. “As músicas românticas desse disco se comunicam em um mesmo universo: o do homem que toda mulher quer, o homem que eu procuro ser, o homem que todos deveriam ser”. São as mulheres sendo tratadas, enfim, como merecem. Esse é “O Cara Certo”, concluí Dilsinho.

PROJETOS

"Dilsinho - Primeiro CD"

O primeiro CD de Dilsinho foi lançado no ano de 2014. Dilsinho define seu álbum de estreia como um disco leve, suingado e pra cima, o que pode ser confirmado em músicas como “A Vingança”, “Minha Tara”, “Sou de Apaixonar”, “Hoje Só Vai Dar Eu E Você”, “Vem Que Tem” e a sua própria interpretação para o sucesso “Maluca Pirada”. Das 11 músicas do álbum “Dilsinho”, nove são escritas por ele. A produção do álbum ficou por conta de Bruno Cardoso, do Sorriso Maroto, e Leandro Oliveira. A faixa “Já Que Você Não Me Quer Mais”, foi a 1ª faixa de trabalho do álbum, e logo de cara ficou no top 5 das rádios cariocas e no top 10 na média nacional.

"Dilsinho - Fora da Curva"

Em 2017, para eternizar o momento, Dilsinho lança Sony Music Live – Dilsinho Fora da Curva. Composto por 14 canções, incluindo um cover de Sandy & Junior e músicas inéditas, o projeto acústico foi gravado na reserva no Recreio, Zona Oeste do Rio e já soma mais de 85 milhões de visualizações somente no canal oficial do YouTube VEVO.

No segundo semestre de 2018, Dilsinho recebeu disco de ouro da sua gravadora Sony Music pela conquista de mais 432 milhões de streams, incluindo vídeos e áudios. O álbum “O Cara Certo” rendeu ao cantor disco de ouro, as músicas “Trovão” e “Cansei de Farra” são single de platina e “Refém” é platina duplo. O sucesso “Piquinique” ganhou single de ouro e canção “12 Horas”, já é single de platina.

"Dilsinho - Terra do Nunca"

Em setembro de 2018, com ingressos esgotados e fãs dormindo na fila, a gravação do projeto “Terra do Nunca” contou com inúmeras participações especiais e uma plateia de fãs e famosos.

“Mais um sonho realizado! Foi um momento único na minha carreira e conseguimos consegui eternizar em um DVD. A energia estava incrível e eu me diverti muito ao lado de pessoas que eu amo, dos meus amigos e dos meus fãs”, conta Dilsinho.

Com produção musical de Bruno Cardoso, vocalista do Sorriso Maroto, e de Lelê, o projeto conta com vinte e duas faixas – sendo dez inéditas. Destaque para a canção “Terra do Nunca”, que dá nome ao projeto.

Ao longo da gravação Dilsinho foi surpreendendo o público e convidando as participações para cantarem com ele. Ivete Sangalo subiu ao palco para interpretar “Ioiô”. Luan Santana cantou “Santo Forte” e Leo Santana participou na música “Nossa Lua”. Para a surpresa de todos os presentes, Mumuzinho e Ferrugem dividiram os vocais com o Dilsinho na canção “Futuro e Presente e grupo Sorriso Maroto emocionou a todos com “Pouco a Pouco”.

Ao lado de Dennis DJ e Kevinho Dilsinho inovou mais uma vez e aliou o pagode ao funk! O trio não deixou ninguém parado ao som de “Rola Um Love”. Para fechar o DVD, alguns fãs, amigos e influenciadores subiram ao palco para dançar com Dilsinho e Dennis DJ ao som do hit “12 Horas”.

Todo os detalhes do DVD foram pensados com muita atenção e empenho. Dilsinho invadiu o mundo do inconsciente e criou um novo lugar. Um lugar onde tudo é possível. No nosso mundo todos os sonhos podem acontecer. Afinal, o que é real? O que importa para você? Aqui todo pensamento é relevante. Onde não existe tempo e nem julgamentos. Um lugar onde tudo pode acontecer!

Essa é a mensagem principal do projeto que Dilsinho irá levar para o Brasil inteiro: Acredite nos seus sonhos! Dilsinho deu o tom da mensagem por meio da concretização do seu próprio sonho: estar ali, no palco, cantando para milhares de fãs, amigos e familiares.

“A gravação foi uma noite inesquecível e especial. O projeto ‘Terra do Nunca’ é a realização de um sonho meu e dos meus fãs. A energia da gravação é algo inexplicável, estávamos realizando um grande sonho naquele momento, recebendo fãs, amigos, família, artistas e todos eles fazem parte do sucesso que estamos conquistando ao longo dos anos”, comemora Dilsinho.

O cantor é considerado pela crítica e pela mídia como a revelação do Pagode Pop Romântico. Com apenas 26 anos, é reconhecido por unir o tradicional ritmo do pagode com uma estética bem pop e pegada romântica.

Dilsinho segue movimentando o cenário musical através de canções que transbordam o gênero, ousando ao experimentar novas roupagens em suas músicas.

"Terra do Nunca Acústico - Vevo NY"

Dilsinho tem vivido momentos que antes eram apenas sonhos. O cantor, que alcançou a marca de 1 bilhão de visualizações em seu canal do YouTube e é figura constante no Top 5 de artistas brasileiros mais vistos da plataforma, lança amanhã (05), seu mais novo projeto: ‘Terra do Nunca Acústico’, gravado em junho deste ano, em Nova York (EUA).

Com toda a captação feita no escritório da VEVO NYC, o artista gravou releituras acústicas de alguns sucessos presentes em seu primeiro DVD, ‘Terra do Nunca’. Com cenário minimalista, Dilsinho estava acompanhado apenas de um músico violonista, Michel Fujiwara, seu diretor musical.

As músicas que fazem parte do projeto são: “Telecine”, “Pouco a Pouco”, “Controle Remoto”, “Santo Forte”, “Dúvida Cruel” e, é claro, “Péssimo Negócio”, uma das músicas mais tocadas do ano aqui no Brasil.

Dilsinho comenta sobre a emoção de ter gravado o projeto “Não consigo descrever a sensação que foi essa experiência toda. Nunca imaginei estar NY, gravando um projeto acústico e sendo o primeiro brasileiro a lançar um álbum desse tipo pela VEVO. Estou muito realizado. Tenho colhido tantas coisas boas na minha carreira, só posso agradecer a Deus por tudo que tenho vivido.”

Álbum "Quarto e Sala"

Dilsinho lançou em 18 de outubro de 2019 seu novo álbum, intitulado “Quarto e Sala”. O compilado vem com 9 faixas inéditas e é uma espécie de esquenta para seu novo DVD “Open House”, que será gravado em Recife/PE, no dia 19 de dezembro deste ano. O álbum foi produzido por Dilsinho, Bruno Cardoso e Michel Fujiwara e está disponível em todas as plataformas digitais desde a meia noite. No Youtube, o projeto ganha quatro videoclipes, um deles gravado em plano sequência.

Sobre “Quarto e Sala”, Dilsinho comenta “Em todos os lugares do Brasil só recebi carinho, amor. Estive no Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul. Meus fãs e admiradores sempre estiveram comigo, mas agora vou fazer diferente. Quero receber todos eles. Mostrar quem eu sou. De onde vim, o que vivi e no que me transformei. Vamos ficar ainda mais próximos. Então vem, fica à vontade no quarto, na sala”.

Já no Youtube, foram disponibilizados 4 vídeos, um deles o da canção “Onze e Pouquinho”, primeiro clipe gravado em plano sequência da carreira do cantor. Dilsinho assinou toda a produção, que foi desafiadora, segundo ele, mas ficou lindo de se ver. Outras três faixas de “Quarta e Sala” ganharam registro audiovisual e também estão disponíveis a partir de hoje, são elas: “Pequenos Detalhes”, “Misturados” e “Deixa Pra Amanhã”.

Em seu novo DVD “Open House”, Dilsinho estará à frente de todos os detalhes desde a concepção até o momento da gravação, passando por figurino, locação, repertório, arranjos, e todos os outros pontos importantes na criação de um projeto audiovisual. “Essa é a primeira vez que me envolvi 100% em um projeto e fiz questão disso. Acho muito importante o artista estar próximo de todas as decisões, mas dessa vez eu estive a frente de tudo. É mais um filho meu que vai sair do papel e eu estou muito ansioso para que isso aconteça da melhor maneira possível”.

O repertório do novo projeto virá com faixas inéditas, algumas extraídas do álbum “Quarto e Sala” e os dois projetos funcionam como uma espécie de linha do tempo da carreira do jovem cantor. Segundo ele “o álbum vai servir de esquenta para as músicas do DVD, e será como uma passagem de tempo bem nítida. As referências do projeto de estúdio (álbum) são mais intimistas, tradicionais e antigas, do figurino ao jeito de se portar. O “Open House” (DVD) é justamente essa passagem de tempo, do antigo e do novo. Como se estivéssemos de casa nova, fazendo uma festa pra receber as pessoas”.

"Dilsinho - Quarto e Sala"

1 – Onze e Pouquinho (Marcos Carvalho / Raffa Torres)

2 – Deixa Pra Amanhã (Rapha Lucas / Matheus Aleixo)

3 – Misturados (Samuel Deolli / Davi Jonas / Lucas Santos)

4 – Sogra (Pedro Mendes)

5 – Pequenos Detalhes (Brunno Gabryel / Rodrigo Melim / Ronaldinho Gaucho)

6 – Quarto e Sala (Bruno Cardoso / Sergio Jr. / Brunno Gabryel)

7 – Combinado Não Sai Caro (Rodrigo Melim)

© Dilsinho 2020 • Todos os Direitos Reservados